Halloween - Dia das Bruxas

HALLOWEEN

O Dia das Bruxas (Halloween é o nome original na língua inglesa) é um evento tradicional e cultural, que ocorre nos países anglo-saxônicos, com especial relevância nos Estados Unidos, Canadá, Irlanda e Reino Unido, tendo como base e origem as celebrações dos antigos povos, sendo que não existe ao certo referências precisas de onde surgiram essas celebrações.

A palavra Halloween tem origem na Igreja católica.
Vem de uma tradição contraída do dia 1 de novembro, o Dia de Todos os Santos, é um dia católico de observância em honra de santos.
Mas, no século V DC, na Irlanda Céltica, o verão oficialmente se concluía em 31 de outubro.
O feriado era Samhain, o Ano novo Céltico.
Alguns bruxos acreditam que a origem do nome vem da palavra hallowinas - nome dado às guardiãs femininas do saber oculto das terras do norte (Escandinávia).

O Halloween marca o fim oficial do verão e o início do ano-novo.
Celebra também o final da terceira e última colheita do ano, o início do armazenamento de provisões para o inverno, o início do período de retorno dos rebanhos do pasto e a renovação de suas leis.

Era uma festa com vários nomes: Samhain (fim de verão), Samhein, La Samon, ou ainda, Festa do Sol.
Mas o que ficou mesmo foi o escocês Hallowe'en.
Uma das lendas de origem celta fala que os espíritos de todos que morreram ao longo daquele ano voltariam à procura de corpos vivos para possuir e usar pelo próximo ano. Os celtas acreditavam ser a única chance de vida após a morte.
Os celtas acreditaram em todas as leis de espaço e tempo, o que permitia que o mundo dos espíritos se misturassem com o dos vivos.

Como os vivos não queriam ser possuídos, na noite do dia 31 de outubro, apagavam as tochas e fogueiras de suas casa, para que elas se tornassem frias e desagradáveis, colocavam fantasias e ruidosamente desfilavam em torno do bairro, sendo tão destrutivos quanto possível, a fim de assustar os que procuravam corpos para possuir, (Panati).
Os Romanos adotaram as práticas célticas, mas no primeiro século depois de Cristo, eles as abandonaram.
O Halloween foi levado para os Estados Unidos em 1840, por imigrantes irlandeses que fugiam da fome pela qual seu país passava e passou ser conhecido como o "Dia das Bruxas".






Verão

O que podemos fazer para ocupar as crianças nas férias de Verão

Quadros de recortes
Não sabe o que fazer com revistas e jornais velhos? Junte a criançada, espalhe as revistas, tesouras e cola no chão. Com uma boa dose de criatividade as crianças recortam as figuras ou palavras cola em uma folha branca formando um quadro. Quando as obras de artes estiverem prontas basta fazer uma exposição pendurando em uma parede ou na porta do frigorífico.

História com objetos
Numa caixa coloque vários objetos. Uma criança começa a contar uma história e então um adulto tira de dentro da caixa um objeto, que a criança tem que incluir na história. De tempo em tempo o adulto vai pegando mais objetos. Vai render histórias muito engraçadas, com certeza.

Fotografias
Deixe que as crianças se vistam como modelos e libere as maquilhagens e acessórios. Depois façam uma sessão de fotos em casa, no quintal, no sítio, com o mar ao fundo... Deixe que as crianças fotografarem umas as outras. Depois grave as fotos num CD e dê para elas levarem de recordação.

Estátua
É só ligar uma música bem animada e as crianças começam a dançar. Quando a música pára e o mestre diz "estátua!", todas paralisam na posição que estavam. O mestre faz caretas e brincadeiras para ver quem se mexe. Quem rir ou se mexer primeiro vai para o lugar do animador.


Provas Aferição e provas Finais 9º ano



Para se irem preparando fica aqui o link com as provas do anos anteriores

Português: http://bi.gave.min-edu.pt/exames/exames/provas/261/?listProvas

Matemática: http://bi.gave.min-edu.pt/exames/exames/provas/263/?listProvas

Provas finais: http://bi.gave.min-edu.pt/exames/exames/eBasico/345/

Provas de Aferição e provas Finais 6º ano



Para os meninos e papás se irem preparando fica aqui o link com as provas do anos anteriores

Português : http://bi.gave.min-edu.pt/exames/exames/provas/260/?listProvas

Matemática: http://bi.gave.min-edu.pt/exames/exames/provas/262/?listProvas

Provas finais : http://bi.gave.min-edu.pt/exames/exames/eBasico/344/

Provas de Aferição 4º ano

Para os meninos e papás se irem preparando fica aqui o link com as provas do anos anteriores

Português :  http://bi.gave.min-edu.pt/exames/exames/provas/200/?listProvas

Matemática : http://bi.gave.min-edu.pt/exames/exames/provas/220/?listProvas


Dia do Pai


O pai sabe
Sabe, sabe.
O pai é mesmo um sabão
Um sabão?
Um sabão não!
Um sábio ou sabichão,
O sabão é para as mãos.

_______//_______

Pai, Papá,
Paizinho, Paizão,
Tens um lugar
No meu coração.
Está tão guardado
Lá bem no fundo.
És o melhor
Paizão do mundo.

________//_______


Hoje é dia do Pai
Querido Pai do coração
Vou dar-te um presentinho
Que é p’ra ser recordação


Hoje é dia do Pai

Querido Pai do coração
Por isso te vou cantar
Muito feliz esta canção.



Caixinhas de papel

Aqui ficam alguns moldes de caixinhas para guardar presentes, bombons, etc. Excelentes para as lembranças agora para o Dia do Pai ou para a Páscoa






Dia de Reis

Nós somos os três reis


Nós somos os três reis
Que vimos do Oriente
Trazer as boas festas
Com paz p’ra toda a gente.

Nós somos os três reis
Guiados por uma luz
Adoramos o Deus Menino
Que se chama Jesus.

Nós somos os três reis
Baltazar e Gaspar
Também o Belchior
O veio adorar.

Nós somos os três reis
Guiados por uma luz
E trouxemos três presentes
P’ro Menino Jesus.




Vamos Cantar as Janeiras


As Janeiras, cantar as Janeiras é uma tradição em Portugal que consiste no cantar de músicas pelas ruas por grupos de pessoas anunciando o nascimento de Jesus, desejando um feliz ano novo. Esses grupos vão de porta em porta, pedindo aos residentes as sobras das Festas Natalícias. Hoje em dia, essas 'sobras' traduzem-se muitas vezes em dinheiro.
Ocorrem em Janeiro, começando no dia 1 e estendendo-se até dia 6, Dia de Reis ou Epifania. Hoje em dia, muitos grupos (especialmente citadinos) prolongam o Cantar de Janeiras durante todo o mês.
A tradição geral e mais acentuada, é que grupos de amigos ou vizinhos se juntem, com ou sem instrumentos (no caso de os haver são mais comuns os folclóricos: pandeireta, bombo, flauta, viola, etc.). Depois do grupo feito, e de distribuidas as letras e os instrumentos, vão cantar de porta em porta pela vizinhança.
Terminada a canção numa casa, espera-se que os donos tragam as janeiras (castanhas, nozes, maçãs, chouriço, morcela, etc. Por comodidade, é hoje costume dar-se chocolates e dinheiro, embora não seja essa a tradição).
No fim da caminhada, o grupo reúne-se e divide o resultado, ou então, comem todos juntos aquilo que receberam.
As músicas utilizadas, são por norma já conhecidas, embora a letra seja diferente em cada terra. São músicas simples, habitualmente à volta de quadras simples que louvam o Menino Jesus, Nossa Senhora, São José e os moradores que contribuíram. Tipicamente havia também algumas quadras insultuosas reservadas para os moradores que não davam as janeiras. Nos últimos anos, celebrizou-se uma música de Zeca Afonso, intitulada «Natal dos Simples» que, como começa com a frase 'vamos cantar as janeiras...' é entendida por alguns como se fosse música de Janeiras, embora não seja uma canção de folclore